2020, o que agradeço!

Na nossa bagagem carregamos a nossa identidade, os nossos valores, crenças e capacidades, os nossos hábitos e padrões de comportamento. E sabes este pode ser o tempo da jornada da tua vida para descobrires que mala estás a carregar.

Acredito que os momentos mais desafiantes, e este ano foi um deles, é onde descobrimos força onde pensávamos haver fraqueza e garra onde acharíamos medo.


Durante este ano tive oportunidade de remexer na minha mala, porque estamos juntos neste caminho! Todos!

Senti medo e permaneci em isolamento; ganhei confiança e procurei relativizar com otimismo o que não posso controlar; lamentei não me despedir dos alunos que acompanhei, mas guardo os diplomas porque esse dia vai chegar e sei que a minha marca persiste no essencial; tive oportunidade de me adaptar ao ajudar a aprender a aprender online e redescobrir e reinventar-me, algo que noutro ano certamente não teria feito ou pelo menos de forma tão rápida e criativa; aprendi a agradecer o facto de ter recursos pessoais e financeiros para melhorar a minha prática profissional e o trabalho que sempre existiu na minha família; aprendi, ajudei a aprender e apliquei o poder da frase: dá, dá e dá; deixei voar alunos e famílias do coração e ganhei por abraçar sempre de coração novas vidas que já amo; escolhi continuar a semear amor através de quem sou e a juntar palavras como acolhimento, pertença e amor à palavra sorriso, como marca pessoal; tive oportunidade de pôr em prática novas edições da formação em Coaching Educativo e conhecer e conectar-me com pessoas que escolhem ser coração na educação e através da sua vida pessoal e familiar; investi o meu tempo em família e garanti que este meu pilar foi fortalecido; conheci pessoas incríveis que ajudei em processos de Coaching Educativo e continuo a ajudar; servi na casa de Deus onde considero que sou necessária e entre muitas outras coisas... falei do amor de Cristo e aproveitei todas as oportunidades para mostrar a razão de ser deste amor por ajudar, o meu modelo de vida e de amor, Jesus.


Podemos ter esquecido algumas das valiosas lembranças que guardámos cuidadosamente e há muito tempo. Ou percebemos que a nossa mala tem de ser substituída para acomodar a nossa felicidade e encontrar espaço para o novo. Por isso neste final de ano e entrada em 2021 desafio-te a escrever, como também fiz, o que viveste e guardaste na tua bagagem.


Se fizer sentido para ti junta-te a nós na próxima edição da formação em Coaching Educativo. Esta é uma das ferramentas a aprender a aprender, ajudar-te a olhar as coisas com mais clareza, através de uma nova perspectiva e com intencionalidade.


Para 2021 semeia saúde e amor, porque o resto sempre faremos acontecer.

Prioriza o essencial e age! E viva 2021!


2020, o que agradeço!



24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo