3. Melhor JUNTOS!

Melhor JUNTOS ūüíĖūüíĖ (Continua√ß√£o)


3. Quando enfrentamos problemas, a que combinámos chamar desafios, a comunidade é parte da nossa rede de segurança.

Quando experimentamos sofrimento na nossa vida precisamos de pessoas que chorem connosco e que se importem verdadeiramente.

H√° situa√ß√Ķes pelas quais ningu√©m deveria passar sozinho. Ningu√©m deveria ter de esperar no hospital sozinho enquanto um ente querido est√° numa cirurgia entre a vida e a morte. Nenhuma mulher deveria esperar sozinha por um relat√≥rio de laborat√≥rio sobre uma gravidez de risco. Ningu√©m deveria esperar sozinho por not√≠cias de um campo de guerra. Ningu√©m deveria estar sozinho num funeral. Ningu√©m deveria passar a primeira noite sozinho depois de um conjuge falecer ou abandonar a casa.


O facto é que algumas destas coisas podem surpreender-nos e até acontecer connosco. Sabemos que haverão tempestades a ultrapassar e notícias menos positivas a receber. Experimentar sofrimento na vida é inevitável em algum momento.


O que fará diferença na forma como enfrentamos cada momento e ciclo da vida é a forma como nos preparamos para encarar cada desafio.


Viver completamente despreparado é ausência de sabedoria. Nem tudo está no nosso controlo, como também aprendemos na formação em Coaching Educativo.


Este √© o tempo e a hora para construir a nossa rede de seguran√ßa ‚ÄĒ a rede de apoio e amigos.


Qual √© a rede de seguran√ßa segundo Deus? √Č um grupo de outros crist√£os. N√£o precisamos de um n√ļmero infind√°vel de outros crist√£os. Apenas precisamos de cinco ou seis pessoas de influ√™ncia positiva (tamb√©m aprendemos sobre isto) ‚ÄĒ um grupo de outras pessoas que est√£o comprometidas connosco e que estar√£o como suporte em ora√ß√£o e presen√ßa. N√≥s podemos ser tamb√©m este apoio para algu√©m!


Hist√≥ria: Havia um rapaz que veio √† Igreja durante sete anos. Ele sentava-se nos bancos da igreja, assistia aos cultos e saia sem nunca se envolver em nada nem com ningu√©m. Ele apenas assistia e saia. Um dia ele teve um ataque card√≠aco e esteve no hospital durante duas semanas. Eu estava a viajar e s√≥ soube disto quando regressei a casa. Quando ele saiu do hospital, ele veio √† igreja e disse: ‚ÄúVou sair da igreja.‚ÄĚ Eu disse: ‚ÄúPorqu√™?‚ÄĚ. Ele respondeu: ‚ÄúPorque n√£o √© amig√°vel. Ningu√©m me foi visitar no hospital.‚ÄĚ Enquanto fal√°vamos eu pensei: ‚ÄúComo assim?! Ele nunca se ligou a ningu√©m. Ele nunca permitiu que o conhecessem! Ningu√©m sequer soube do que lhe aconteceu!‚ÄĚ Rick Warren

A verdade √© que aquele homem nunca se importou com ningu√©m para al√©m dele pr√≥prio. Ele nunca se importou o suficiente para conhecer algu√©m. N√£o se integrou num pequeno grupo, n√£o se deu, nem partilhou quem √©. Quando a crise chegou ningu√©m estava l√° para ele, pois ele nunca criou liga√ß√Ķes.

Deus não pretendia que nenhum de nós passasse por isto na nossa vida.


Aqui est√° o plano de Deus: ‚ÄúAlegrem-se com os que est√£o alegres e chorem com os que choram.‚ÄĚ Romanos 12:15 (BPT).


A comunidade é a resposta de Deus para a superação à dor, ao desespero e à aflição.

Uma das raz√Ķes para a nossa exist√™ncia √© a partilha da nossa vida com os outros! Agora √© o momento para encontrar as pessoas que nos v√£o ajudar ao longo da nossa vida, que v√£o alegrar-se connosco nas nossas vit√≥rias e que v√£o chorar connosco nas nossas dificuldades. Agora √© o tempo para nos ligarmos e sermos ajuda!


(Continua)


3. Melhor JUNTOS!

12 visualiza√ß√Ķes0 coment√°rio

 Entre em contacto para saber mais!

Portugal

‚Äč‚ÄčTel: (+351) 966864849

‚Äčemail: susanafarinhogarces@gmail.com

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS