A nossa vulnerabilidade tem o poder de gerar coragem!

O maior desafio é a inteligência emocional!

A nossa vulnerabilidade tem o poder de gerar coragem!

Todos os momentos são ideais para trabalhar desenvolvimento pessoal através da metodologia de coaching. É por isso que acredito no impacto do nosso papel e marca pessoal quando se escolhe SER intencionalmente, na vida do outro e na nossa própria vida.

Coaching é modo de vida!


Hoje na sala de aula realizámos a ampulheta da leitura: ler 80 palavras em 1 minuto.

Com o cronometro a marcar o tempo os alunos foram conseguindo o seu melhor. Para alguns alunos a etapa foi superada com tranquilidade e sucesso no cumprimento do tempo para a leitura, para outros o sucesso vai requerer ainda mais treino e para duas alunas da turma o sucesso foi conseguido de forma mais desafiante. Sinceramente acredito que este último sucesso será talvez aquele que mais impacto teve, no grupo e na individualidade de cada aluno, pois ficará para sempre na vida destas duas alunas e na vida dos restantes colegas como exemplo de superação perante os obstáculos.

Passo a partilhar a história para que sirva de inspiração para a tua vida como serviu para a minha.


Quando pedi às duas alunas para lerem foi francamente visível a ansiedade: através da respiração acelerada, mudança de expressão facial e até nas lágrimas que involuntariamente caíram. Mesmo tendo ficado para último lugar a ansiedade persistia. Elas escolheram autonomamente aplicar ferramentas de autocontrole: respirar fundo, pensar em algo que lhes requeresse cognição, acalmar e treinar enquanto ouviam os colegas a ler e escolher ler no final. Ainda assim não estava a ser suficiente e percebemos que o desconforto persistia e que estavam prestes a desistir. Escolhemos dar continuidade à aula e começámos a resolver a interpretação do texto.


Quando já estavam mais calmas aproveitei o momento para gerar aprendizagem. Partilhei com o grupo o quanto também eu ficava nervosa perante situações novas e que me fizessem sair da zona de conforto. Os colegas seguiram o exemplo e partilharam que a situação também era menos confortável para eles e relembrámos um dos lemas da turma "ERRAR SERVE PARA APRENDER." Através de perguntas que gerassem respostas geradoras de reflexão e ação (as chamadas perguntas poderosas do coaching) percebemos que cada um de nós está no seu próprio caminho e que para estas duas alunas o desafio de hoje seria muito além de ler as 80 palavras no tempo previsto, seria a sua própria superação face a uma atividade desafiadora. A superação de serem capazes de desenvolver a persistência e fazer a atividade. O serem capazes de sair da zona de conforto na segurança do grupo/turma.


O que posso ainda partilhar contigo?

Em esforço é verdade, mas como superação, as duas alunas escolheram continuar e foram capazes de fazer a atividade e sair da sua zona de conforto!


O que aprenderam?

A desenvolver valores como: persistência, resiliência, autocontrole, superação, comunicação, amizade, segurança, autoconceito... com impacto na autoconfiança e autoestima.


O que aprendi como professora/ pessoa?

O poder da vulnerabilidade como geradora de coragem. O impacto desta aprendizagem que sei que ficará para sempre nas nossas vidas.

Sei que hoje fui intencional no meu papel através da minha marca pessoal e que todos saímos da sala de aula mais fortes.


A vulnerabilidade hoje, mais uma vez, gerou coragem!

E um dos outros lemas da turma foi verdade "EU QUERO, EU POSSO, EU CONSIGO!".


A vulnerabilidade hoje, mais uma vez, gerou coragem!

25 visualizações0 comentário

 Entre em contacto para saber mais!

Portugal

​​Tel: (+351) 966864849

​email: susanafarinhogarces@gmail.com

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS