Consequências da falta da brincadeira

QUAIS SÃO AS CONSEQUÊNCIAS QUE ENFRENTA UMA CRIANÇA QUE BRINCA POUCO?


Hoje a publicação é factual e por isso pode parecer focada no negativo, algo que o coaching não promove. Ainda assim, pela sua importância como alerta, considerei importante partilhá-la convosco!


Hoje iniciou para muitas crianças um novo percurso escolar e com ele tempo para brincar!

Eu estive a observar os meus alunos a brincar no recreio e foi tão bom!

A criança naturalmente explora o universo imaginário e a interação com o outro e esta espontaneidade tem que ser promovida. Mais ou menos próximos pelo toque a brincadeira sempre será importante.

Sabes, eles adaptam-se e muito mais facilmente do que achamos.


Quando uma criança brinca pouco e convive pouco com outras crianças costumamos considerar que a criança é tímida, que ainda não se desenvolveu ao nível da socialização e do brincar. Isto pode acontecer por diversos motivos, pelo seu perfil comportamental, quando é impedida de explorar o mundo, alguma vezes pelo excesso de preocupação. Em casos extremos a família chega a impedir que a agitação motora natural da criança aconteça, o que como consequência a torna indisponível para brincar e ser livre. Com o tempo as consequências negativas que a criança enfrenta é que perde a sua capacidade e entusiasmo para conhecer e explorar a realidade que a rodeia, antes fecha-se à experiência e à descoberta o que promove um ciclo negativo. Porque a criança não experimenta sente-se cada vez menos confiante para o fazer em relação às outras crianças e pode ainda com a continuidade temporal levar a  possíveis atrasos tanto ao nível cognitivo, como emocional e relacional. No fundo, uma criança que seja restringida ao nível do brincar, dificilmente irá resolver a tarefa básica da infância que é o desenvolvimento da sua capacidade de se desvincular de forma segura dos seus pais ou cuidadores, ou seja, de elaborar os sentimentos de perda e reencontro, o que consequentemente irá ter um grande impacto ao nível da sua adaptação a um contexto escolar.


Atenção: esta situação não se refere a uma criança que hoje iniciou o seu percurso escolar e chorou na despedida da sua família. Isso faz parte do desenvolvimento e cada criança tem direito a sentir saudade e desconforto em iniciar uma nova etapa. Vamos ajudar compreendendo.


Se está a acontecer na tua família ou na família de alguém que conheces por favor partilha para que o padrão se possa quebrar intencionalmente.

Lembra-te: BRINCAR É TÃO ESSENCIAL AO DESENVOLVIMENTO COMO A ALIMENTAÇÃO E O AFETO.


#brincar #foconoobjetivo #valores #formacaocoachingeducativo #sessoescoachingeducativo #partilha #reflexao #perspectiva #expectativa #perguntaspoderosas #respostas #familias #educadores #autoconceito #autoestima #comunicação
Consequências da ausência da brincadeira

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo