Equilíbrio entre amor e disciplina

Conheces a balança que é usada como símbolo de justiça?


E se a nossa parentalidade pudesse ser vista como uma balança dessas?


Consegues encontrar alguma semelhança?


Imagina a balança.

De um lado dos pratos temos o amor e do outro a disciplina. Se aplicarmos apenas um ou outro lado demasiadas vezes, sem o outro, estaremos a viver em escassez a nossa parentalidade e podemos estar a colocar em causa o relacionamento e a conexão com os nossos filhos.


Como assim? Podes estar a perguntar-te.


Vamos continuar:

Quanto mais amor demonstramos aos nossos filhos, maior será a nossa conexão e melhor será aceite por eles a necessária disciplina.

Faz sentido?


E quando os ajudarmos a aprender sobre disciplina eles saberão que se trata de uma forma de demonstração do quanto os amamos.


Os nossos filhos necessitam de disciplina para se sentirem seguros, sabias?


Amor sem disciplina pode semear insegurança e demasiada disciplina sem amor pode semear rejeição e afastamento.


Na sociedade atual muitas vezes os pais sentem-se mal quando disciplinam os seus filhos. Então o meu encorajamento para nós acerca deste tema é que sejamos sábios no equilíbrio entre os dois pratos da balança. Que saibamos escolher intencionalmente usar de sabedoria na vivência da disciplina suportada pelo amor para que os nossos filhos saibam que os amamos e que cuidamos deles, porque são importantes para nós.


Estas e outras questões estão muito alicerçadas com a nossa própria experiência como filhos e advém das crenças que fomos formando ao longo da vida. Por isso são reflectidas e reajustadas em processos de Coaching Educativo e por ti.


Como vives na tua vida o equilíbrio entre estes dois pratos da balança?


O que pensas acerca deste tema?




#amor #conexao #disciplina #seguranca #filhos #aprendizagem #parentalidade #familia #coachingeducativo #processoscoaching

11 visualizações0 comentário