Eu escolho conhecer-me mais para ajudar melhor o meu filho

3 - Eu escolho conhecer-me mais para ajudar melhor o meu filho.


É preciso que esta seja uma decisão intencional: de me conhecer mais e melhor, para estar mais capaz para facilitar o processo de educação do meu filho, que acredite ser positivo, como ajudador e não como perturbador.


Hoje vivemos tempos em que grande parte dos adultos se recusam a crescer e até envelhecer. A medicina estética procura novos elixires para nos manter jovens e existem pessoas "escravas" da aparência e a associar o seu valor à forma como está o seu corpo ou a quantidade de rugas que apresentam. Fazemos por permanecer mais jovens e esquecemo-nos de que o nosso valor não está na nossa aparência física, ainda que seja extremamente importante ser exemplo no cuidado com a nossa saúde e amor próprio.

Trago-nos a importância de valorizarmos as nossas experiências e o grande benefício que o passar dos anos pode ter na aceitação de quem somos, no autoconhecimento, na sabedoria trazida em cada experiência e até em saber melhor como ajudar os nossos filhos a aprender que, entre outras grandes aprendizagens, a aparência física é apenas parte do "pacote" que cada um de nós carrega consigo e que o nosso valor não está assente na nossa aparência física.


Hoje somos arrastados para as redes sociais, cheias de fotos de nós mesmos, gastamos dinheiro no nosso rejuvenescimento, agimos impulsivamente em compras que são de prazer momentâneo e tomamos decisões impulsivas, próprias da adolescência numa busca incessante em agradar aos outros.

Para com os nossos próprios filhos agimos como colegas e amigos, incapazes de estabelecer limites e investir verdadeiramente na sua vida e nosso relacionamento, como influência nas suas decisões e, pelo distanciamento emocional, sem usar o poder do amor incondicional para semear valor nas suas vidas, aquele amor que jamais encontrarão igual no mundo, o lugar de segurança e conexão.


Se este texto ecoa de alguma forma na tua vida, age!

Ainda estás a tempo. Até que tenha acabado, ainda não acabou!





📷 Claudio Cardoso


#coachingeducativo #coachingparental #parentalidade #educação #escola #filhos #alunos #erro #coragem #educar #facilitadores #aprenderaaprender

(Continua)

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo