Mega Culinária com Coaching Educativo

A Esther veio do Brasil o ano passado. Como todas as crianças que mudam de país chegou com muitas necessidades de aprendizagem, mas sabia que estas só seriam superadas quando outras necessidades mais urgentes fossem supridas.

Na escola recebemos a Esther com tanto amor que a sua integração foi imediata. Semeámos enquanto turma o que acreditamos ser o princípio de todas as coisas: o amor e com ele a aceitação das nossas diferenças, das nossas necessidades, ritmos…

Hoje, neste tempo onde a distância física se impõe, recebo o que a distância do que construímos pode superar: o poder do afeto, das palavras e da nossa capacidade de SER CORAÇÃO, o que aprendemos através do Coaching Educativo.

Hoje sou eu que recebo estas palavras da mãe da Esther como resposta ao MEGA DESAFIO CULINÁRIA que lancei a semana passada como uma das atividades para a turma.

“Eu e a Esther sempre cozinhamos juntas. Fizemos a tarte para uma amiga que teve um filho. O ponto alto foi conseguir que a Esther dominasse o pico de confeiteiro. Enquanto cozinhávamos aproveitei o que a professora lhe ensina, a superar as suas necessidades, e mostrei-lhe que por mais que saibamos a receita ou que já a tenhamos feito enumeras vezes haverá sempre um dia diferente em que tudo poderá não correr tão bem, que podemos errar por diversos motivos, mas que acima de tudo devemos estar prontas e preparadas para corrigir, persistir e entregar o que prometemos, o nosso melhor. Expliquei que quem vai degustar o alimento que preparámos jamais saberá que naquele preparo tem mais que uma receita escrita no passo a passo, tem a capacidade de saber o ponto de superação, porque cozinhar de verdade é saber dominar o fogo…”.




Hoje fui eu que aprendi com a Esther e a sua mãe Kelle que a culinária também requer aplicação de ferramentas de Coaching Educativo!

133 visualizações0 comentário