O erro faz parte da aprendizagem, também na nossa parentalidade

2 - Eu vou escolher ser o modelo de educação que quero ajudar o meu filho a aprender.


Eu vou aceitar que posso errar e que o erro faz parte do processo de aprendizagem, também na minha parentalidade.


A verdade é que quando não sabemos perdoar ou temos dificuldades em pedir perdão estamos a semear esse valor na vida dos nossos filhos e não temos como querer ajudar a aprender algo que não vivemos, porque soa a falta de verdade aos seus ouvidos e eles apreendem o que observam.


Sim, podemos pedir aos nossos filhos para se controlarem, mas se eles não observarem isso em nós, ficará difícil aprender com ausência de modelo, pois fica desconexo e sem sentido.


Por tudo isto, trouxe numa das minhas anteriores publicações o lembrete que: O nosso próprio processo de aprendizagem acontece em simultâneo com o daqueles que ajudamos a aprender, o dos nossos filhos e/ou alunos.

Também, que é muito importante que aprendamos a viver, cientes de que as nossas imperfeições podem ser testemunho e o nosso potencial pode ser exemplo. Que partilhar isto mesmo com os nossos filhos, que este processo de aprendizagem acontece simultaneamente enquanto os ajudamos a aprender, pode mesmo ser diferenciador. A verdade é que ao mesmo tempo em que ajudamos aprendemos, amadurecemos e vamos progredindo na forma de conduzir a nossa sementeira na educação.


Estás disposto a ser vulnerável e a usar as tuas imperfeições como testemunho para a educação dos teus filhos?

Ser vulnerável com quem amamos é ser corajoso e pode ser transformador.




📷 Claudio Cardoso


#coachingeducativo #coachingparental #parentalidade #educação #escola #filhos #alunos #erro #coragem #educar #facilitadores #aprenderaaprender #vulnerabilidade


(Continua)

6 visualizações0 comentário